Novo/a no Ateísmo-PT? Começa por aqui.

Mais aborto… agora, outras opiniões

Do meu lado, acho que não vou acrescentar muito mais à questão. Já fui insultado por ter a minha opinião, por ter pensado nela, e por estar certo da mesma, quando hoje em dia é considerado “arrogante” ter uma opinão forte baseada no pensamento; só se aceita uma opinião forte baseada em emoções. Ou em autoridade, ou em religião, ou… Bah.

De qualquer forma, se alguém quiser comentar os meus posts anteriores, e, para variar, quiser responder ao que eu escrevi (em vez de se limitar a dizer que “sou muito agressivo”), tal será apreciado.

Neste post, vou apenas mencionar o que outros disseram (fora deste blog) sobre esta questão.

Primeiro, um post da namorada, chamado A Interrupção Voluntária da Gravidez…. É um bocado mais detalhado do que os meus, e acho que mostra bem os dois lados da questão. Vá, leiam e comentem. 🙂 Inclui argumentos como este:

Para quem não sabe, até às 10 semanas há muitas mulheres que nem têm uma gravidez confirmada e que têm aborto espontâneo sem que soubessem que estavam grávidas. O próprio corpo se encarrega de “expulsar” fetos com problemas graves, é parte da “selecção natural” de Darwin, a não-sobrevivência dos fracos, dos inviáveis.

Logo, segundo a moralidade dos “nãos” (que confundem um ser humano com um aglomerado de células que é um potencial ser humano), quase todas as mulheres com vida sexual são “mass murderers” e nem o sabem…

Depois, quero mostrar um post que considero ser totalmente ridículo. Vem de um partido americano, “America First Party”, que é basicamente mais republicano do que os Republicanos. O post chama-se… wait for it… Abortion Leads to Nuclear War. Sim, parece que a Madre Teresa (que pode ter sido muitas coisas, mas não era, de certeza, uma pessoa inteligente ou culta – ou então era muito mentirosa, porque sem dúvida dizia grandes disparates) disse algo desse género, e os fanáticos de todo o mundo pegam nisso. Portanto, já sabem – não querem ver cogumelos enormes no horizonte, não abortem. Ah, e…

It is abhorrent that abortion supporters choose to hide behind the term ‘choice’ to mask their goal of destroying unborn children and promoting immoral behavior without responsibility

Destruir crianças! Que horror! Que tipo de monstro desumano e cruel quereria alguma vez fazer tal acto hediondo? 😯

É claro que as coisas não são bem assim. Sugiro-vos esta alternativa… deixem se ser um aglomerado irracional e disforme de emoções, e sejam humanos: pensem um pouco. Como este post, em resposta ao comunicado anterior, diz,

nuclear bombs have been used once in war, and I seriously doubt the bombing of Hiroshima and Nagasaki had anything to do with abortion, considering it wasn’t legal in the US in 1945.

E, em resposta à idiotice de “destruir crianças” citada anteriormente,

Let me tell you right now, no one wants to destroy children. It’s just that sometimes an abortion is the only option a mother may have to keep from ruining her life or the lives of her future children. Life is not always fair or simple. That’s the way it is. I wish we could all live in a dream world of magic, but we don’t, and trying to legislate it into reality won’t make it so.

Não teria dito melhor.

Etiquetas: , , , ,

Um Comentário a “Mais aborto… agora, outras opiniões”

  1. Lerato diz:

    Todos os dias, ve1rias pessoas ainda se quoaeitnsm se e9 moralmente correcto ou incorrecto praticar o aborto, apesar de em alguns paedses je1 ser legal.Para aqueles que o condenam, consideram que se trata de um crime.Os que o aceitam, dividem-se em diferentes posie7f5es, dependendo do momento em que seja feito o aborto e os motivos que levaram a mulher a fazea-lo.Ainda he1 outros que consideram que o feto ne3o pode ser visto como uma pessoa ou criane7a em poteancia , uma vez que ne3o e9 possedvel atribuir o mesmo valor a um feto e a um adulto ou criane7a.Todos team direito e0 sua opinie3o, mas quem decide o que fazer, e a raze3o porque o vai fazer e9 a mulher que este1 gre1vida.Eu, como muitos outros ne3o tenho a certeza da posie7e3o que defendo. Considero que dependendo da situae7e3o, assim varia a minha opinie3o.Sou a favor do aborto, porque:1- Todas as mulheres team o direito de decidir sobre a sua sexualidade e sobre o que fazer com o seu corpo, sendo este um dos direitos humanos e de cidadania, que todas nf3s possuedmos.O que significa que as mulheres team a liberdade de exercer a sua sexualidade livremente, tendo tambe9m como garantidos os direitos e0 concepe7e3o e e0 interrupe7e3o volunte1ria de uma gravidez indesejada.Por isso, se uma mulher desejar interromper a sua gravidez por esta ter sido indesejada, este1 no seu direito, uma vez quando a maternidade ne3o e9 desejada, esta pode ser uma fonte de problemas para a mulher, o marido, para a famedlia, ou mesmo para as criane7as delas nascidas.2- O feto que se desenvolve dentro do fatero da mulher este1 sempre sujeito a ter doene7as e a ter de viver com elas, a ne3o ser que estas sejam diagnosticadas previamente. Por essa raze3o se a mulher souber previamente que a criane7a que este1 a criar dentro si e9 deficiente ou que he1 problemas de safade que podem por em risco a vida da mulher e da criane7a, ente3o deve-se proceder e0 realizae7e3o de um aborto.Sou contra o aborto, porque:1- Desde que ocorre a fecundae7e3o, que se inicia o desenvolvimento de uma nova vida humana, que usufrui do seu prf3prio direito e0 vida. Quer seja feto, criane7a ou adulto, todos team direito e0 vida, uma vez que todos eles possuem 100% ADN humano. Por essa raze3o, se se matar um adulto e9 considerado um crime que deve ser punido, ente3o matar um feto, ou seja, matar uma pessoa em poteancia tambe9m deveria ser considerado um crime, igualmente punedvel.Visto que, todos nf3s temos direito e0 nossa prf3pria vida.2- Para prevenir a gravidez, a mulher devia ter mais controlo das suas ace7f5es e por essa raze3o deveria haver uma melhor utilizae7e3o dos me9todos contraceptivos, que hoje em dia este3o disponedveis gratuitamente nos centros de safade, juntamente com toda a informae7e3o e material necesse1rio.Existem tambe9m consultas de Planeamento Familiar que ajudam a mulher e o homem a compreenderem o que querem no momento, se team capacidades para tal, e principalmente, ajudam a planear o seu futuro.Uma vez que, eu sou tanto a favor como contra o aborto, ao apresentar os argumentos que evidenciam a minha opinie3o, acabo por os refutar, ao mesmo tempo.Mas posso ainda concluir que, cabe e0 mulher e eventualmente ao homem escolher, com a ajuda de profissionais de safade, quais os melhores contraceptivos que se pode utilizar para prevenir uma gravidez indesejada. Mas acima de tudo, a mulher e o homem devem saber que basta uma relae7e3o sexual, para a mulher engravidar, e devem decidir desde logo se querem ou ne3o ter uma criane7a, antes mesmo de esta ser concebida. Por isso, o mais importante a fazer e9 evitar, custe o que custar, uma gravidez indesejada, e assim evitar o aborto. Apenas nos poucos casos de violae7e3o que ainda hoje existe, e9 que e9 compreensedvel a mulher realizar um aborto.Concluindo, antes de se conceber uma criane7a indesejada, os pais devem analisar e decidir, se de facto, querem ter uma criane7a.

Comentar


Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 2.5 Portugal
This work by Dehumanizer is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 2.5 Portugal.