Novo/a no Ateísmo-PT? Começa por aqui.

FAQ: “Estás errado, porque <repetição da crença ou afirmação>.”

Uma coisa que sempre achei frustrante relativamente à maioria dos crentes que comentam a discordar (aqui ainda houve poucos, mas já passei por muito noutros blogs) é que eles não justificam as suas afirmações, posições ou opiniões. Ou seja, muitas vezes resumem-se a dizer “estás errado” ou “não percebes nada disto” (algo que vou abordar na próxima entrada do FAQ, que deve ser a última por agora), sem especificarem porquê, sem dizerem onde é que supostamente cometi um erro factual ou lógico no que escrevi. E isto é comum noutros blogs de ateísmo; não é só comigo, obviamente.

Uma variante curiosa dessa falta de justificação é quando os crentes em questão se “justificam”… simplesmente repetindo a sua afirmação / posição / opinião inicial (caso tenham sido desafiados a justificar algo que disseram), ou citando algo em que acreditam, sem justificarem isso também. Dizem isso como se fosse um argumento válido e óbvio, como se estivessem a explicar alguma coisa dessa forma. E, obviamente, não estão.

Exemplos desses “argumentos”:

  • “Estás errado, porque Deus existe.” (este é o mais frequente)
  • “Estás errado, porque Deus ama-te.”
  • “Estás errado, porque Cristo é o caminho.”
  • “Estás errado, porque os crentes serão salvos.”
  • “Estás errado, porque eu acredito.”
  • “Estás errado, porque aceitei Jesus Cristo no meu coração.”
  • “Estás errado, porque Deus criou o universo.”
  • “Estás errado, porque Deus criou o Homem.”
  • “Estás errado, porque Deus disse que…”
  • “Estás errado, porque Deus é amor.”
  • “Estás errado, porque Deus é bom.”
  • “Estás errado, porque sou Cristão.”
  • “Estás errado, porque os ateus vão para o Inferno.”
  • “Estás errado, porque o Cristianismo está certo.”
  • “Estás errado, porque Deus prometeu-nos que…”
  • “Estás errado, porque Cristo deu a vida para que sejamos salvos.”
  • “Estás errado, porque <qualquer outra crença da sua religião>.”

Todos estes argumentos podem-se reduzir na sua essência a isto: “estás errado porque estás errado”. O incrível é que continuam a usá-los, como se eles fossem argumentos válidos e convincentes. Mas não passam de lógica circular, ou, em linguagem corrente, argumentos “porque sim”.

Não percebo, sinceramente, como é que alguém pode usar “argumentos” desse tipo e estar à espera de que eles sejam levados a sério…

Um argumento um pouco diferente, mas que acaba por ir dar ao mesmo, é este: “Estás errado, porque na Bíblia diz que…” Não é um argumento directamente circular, já que não diz “isto é assim porque isto é assim”, mas tem um problema: porquê acreditar na Bíblia? “Porque é a palavra de Deus”. Como é que sabes? “Diz na Bíblia”. Pois…

(Nota: por favor, restringe quaisquer comentário que faças à pergunta e resposta anteriores, e não a outros assuntos, como a existência ou não-existência de Deus. Obrigado.)

Etiquetas:

Um Comentário a “FAQ: “Estás errado, porque <repetição da crença ou afirmação>.””

  1. Um argumento um pouco diferente, mas que acaba por ir dar ao mesmo, é este: “Estás errado, porque na Bíblia diz que…”

    Uma variante deste que estou farto de ver em blogs e sites Americanos: dizerem que o ateísmo está errado, porque num dos salmos na Bíblia diz: “o tolo diz no seu coração: não há deus”. Notícia de primeira página: livro diz que quem não concorda com ele é tolo! Nunca esperaria tal coisa… 🙂

    Também se vê isto nos Chick Tracts, em que ateus que nunca ouviram falar do Cristianismo (!!!) mesmo assim aceitam imediatamente a Bíblia como inerrante e consideram citações dela como sendo “provas”…

Comentar


Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 2.5 Portugal
This work by Dehumanizer is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 2.5 Portugal.