Novo/a no Ateísmo-PT? Começa por aqui.

Ouvidos delicados

Até parece combinado, não é? Depois desta questão, e desta, e desta resposta às mesmas (à qual já respondi, no blog em questão), o sempre delicioso Jesus and Mo demonstra claramente a situação absurda actual…

Jesus and Mo - "Ears"

… em que qualquer crítica a uma crença religiosa é “estridente”, “militante”, “intolerante” e “pessoalmente ofensiva”, coisa que não aconteceria para qualquer outro assunto.

A religião em geral, cada religião individualmente, e cada crença religiosa especificamente, não passam de ideias, e não há nenhuma razão válida para estarem numa posição privilegiada acima de críticas, nem os crentes têm qualquer justificação para igualar críticas às suas crenças a ataques pessoais… ou direito de o fazer. É altura de retirar as crenças religiosas do “colo da mamã” onde continuam a ser injustamente protegidas e privilegiadas, e trazê-las para o mundo real, o “mundo dos crescidos”, onde todas as outras ideias já vivem há muito tempo.

P.S. – para não dizerem que “ponho tudo no mesmo saco”, se és crente mas não consideras que criticar crenças religiosas (tanto a tua como outras) é “blasfémia”, nem achas que tais crenças devam estar privilegiadamente acima de críticas, 1) obviamente, este post não te está a criticar a ti, e 2) parabéns, é pena a maioria dos crentes não ser como tu, neste aspecto. :)

Etiquetas: ,

Comentar


Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 2.5 Portugal
This work by Dehumanizer is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 2.5 Portugal.