Novo/a no Ateísmo-PT? Começa por aqui.

Beta Ray Bill, o ateu

Não posso resistir a partilhar o seguinte (obrigado, André):

I am alone. I look at the heavens and think them empty. And if not empty, I find the idea of worshipping whatever dwells there obscene.

(fonte: Beta Ray Bill: The Green of Eden)

Em 3 quadradinhos e com pouco diálogo, resume não só o ateísmo — incluindo a ideia de que, mesmo que algo existisse, “adorar-se” automaticamente esse algo seria de um rastejar cobarde e repugnante –, como tambem o humanismo — fazer o “bem” não por medo de castigo ou desejo de recompensa, mas porque é a coisa certa a fazer, porque este universo é, tanto quanto sabemos, o único que temos, e, se o podemos influenciar de alguma forma, que seja de uma forma boa.

Etiquetas: ,

2 Comentários a “Beta Ray Bill, o ateu”

  1. Urbano diz:

    Não conhecia essa do Bill Raio Beta. Muito bom! ( e desculpe pelo spam em meu outro comentário)

Comentar


Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 2.5 Portugal
This work by Dehumanizer is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 2.5 Portugal.